Por que ter um blog corporativo?

Já estamos de acordo que conteúdo é a melhor forma de posicionar seu negócio junto a seus clientes? Que hoje os consumidores não querem uma publicidade invasiva e com cunho unilateral, quando a marca fala sobre seus produtos sem ouvir o que o cliente precisa?

Pois bem! Sabendo disso, o conteúdo tem mais uma vantagem! Hoje falamos que o conteúdo é o novo SEO. Ou seja, é através de conteúdo que você será encontrado, seja nas buscas no Google, em outros buscadores ou nas redes sociais. Para se ter uma ideia, sites corporativos com blogs tem 430% mais páginas e mais de 80% mais links indexados nos buscadores.

Uma boa forma de iniciar sua estratégia em marketing de conteúdo é criando um blog corporativo.

Antigamente, as empresas criavam blogs corporativos para falar do dia a dia da empresa, assuntos internos e campanhas publicitárias. É preciso mudar essa mentalidade. O público não quer isso. Ele quer informação útil, conteúdo de qualidade, informação valiosa que o ajude em algo.

Um blog bem planejado e executado, alinhado as demais estratégias de marketing digital, podem trazer ótimos resultados para sua empresa.

Cative clientes, crie uma audiência qualificada, melhore posicionamento nos buscadores e otimize suas campanhas de marketing digital! Existem inúmeras vantagens no blog corporativo!

Ah! E mais uma dica: use WordPress. Hoje é a melhor plataforma para blogs corporativos!

Anúncios

Como o marketing de conteúdo pode ajudar sua empresa?!

Existe um princípio básico quando falamos de marketing digital: conteúdo é rei!

Acredite! Para ter sucesso em suas ações, invista em conteúdo qualificado e especializado, com o intuito de direcionar seu público ao engajamento com sua marca e a tão esperada conversão em vendas.

Num primeiro momento, seu público não está acostumado com você, por isso ele não quer saber sobre seus produtos apenas, nem seus diferenciais (aliás, ele nem está preparado para ser abordado com informações comerciais e pode deixar de seguir você, caso isso aconteça antes do tempo), o que esse público busca é informação.

Chamamos essa primeira parte de estágio da informação!

Nessa fase, o consumidor quer entender mais sobre seus próprios anseios, o que ele busca seguindo sua marca, quer soluções para um problema, quer uma inspiração, enfim, entenda esse público e dê o que ele busca, com conteúdo.

Oferecer conteúdo útil nessa fase é decisivo para conquistar esse cliente. E é nessa fase que 70% das marcas perdem clientes, pois oferecem apenas informações comerciais, usando as redes sociais como outdoor, o que afasta os clientes da sua marca ao invés de atraí-los.

Dessa forma, você começa a criar os famosos leads, tão necessários para qualquer estratégia de marketing digital.

Num segundo momento você vai começar a falar mais de sua empresa, pois esse consumidor já está acostumado com você, já sente confiança nesse relacionamento.

Em seguida, com estratégias direcionadas de conteúdo você vai conseguir a tão querida conversão em vendas.

Não pule etapas! A ansiedade pode afastar seus clientes de sua marca para sempre!

Para repensar a publicidade tradicional!

 

Responda mentalmente as perguntas a seguir:

– Quanto tempo você passa em frente à televisão?

– Quanto tempo você fica assistindo exclusivamente a TV, sem usar o computador ou mexer no celular?

– Quando você assiste a novela, o que faz quando vem o intervalo comercial? Continua assistindo ou corre para xeretar o facebook?

– Como você se informa, através de revistas e jornais ou pela internet, em sites?

– Quando você faz uma busca no Google, você clica nos links patrocinados ou nas primeiras opções orgânicas (que não são anúncios)?

– Quando está assistindo um vídeo no YouTube e é interrompido por um anúncio, você fica desesperado querendo apertar o botão “pular anúncio”?

Respondendo a essas perguntas, você deve ter percebido que o perfil do consumidor mudou, que ele busca conteúdo útil, que os ajude no dia a dia, e fogem da publicidade.

Por isso, o nome da vez para ajudar sua empresa a se destacar é através de marketing de conteúdo.

Falaremos mais sobre isso no próximo post. 😉

5 estratégias de Instagram Marketing

 
5 estratégias de Instagram MarketingEm comemoração ao aniversário de 5 anos do Instagram, selecionamos 5 dicas simples e eficazes para que você tenha sucesso nessa rede social e para que sua empresa consiga ter visibilidade, abrangência, relevância e, por fim, vendas!

1 – Tenha um planejamento

É um crime entrar em uma rede social com sua marca (que é seu bem mais precioso profissionalmente) sem ter um planejamento. Indique no seu planejamento porque entrar nessa rede social, qual é o objetivo da marca, quem são seus steakholders, qual é a missão de sua marca nesse ambiente online, quem é seu público, qual é o interesse de seu público, como atingir as expectativas dele, entre outros.

Existe um trabalho bem minucioso a ser feito antes de abrir uma conta para sua empresa no instagram. Não é nenhum bicho de 7 cabeças e precisa ser feito!

2 – Fotos ou vídeos?

Pela nossa experiência em monitoramento de marcas no instagram, as fotos ainda tem mais relevância e consegue mais cliques e interação do que os vídeos. Porém, quando se trata de rede social e interação com o usuário, não existe regra.

Mescle fotos e vídeos em sua conta e monitore. Só assim você saberá qual é o formato que mais agrada seu público.

3 – Horário Nobre

Que horas o meu público acessa o instagram? Qual é a melhor hora para postarmos? Essas são perguntas que devem ser feitas com frequência. Encontrar o horário nobre do seu público é fundamental para conseguir interação em suas postagens e visibilidade.

Mas não se engane! Mesmo que você tenha encontrado o horário nobre, ainda assim deverá monitorando esse dado, pois um mesmo público pode mudar de hábitos e passar a acessar o instagram em outros horários. Não descanse! Fique sempre de olho!

4 – Crie campanhas que motivem

Apenas postar fotos de produtos não fará com que seu público se sinta engajado. Não use o instagram como uma vitrine ou outdoor. Esse é o erro mais comum que vemos por aí. Tenha um objetivo e crie uma campanha, que será o norte de suas publicações.

Existem contas de empresas famosíssimas que quase não falam do próprio produto, mas criam campanhas tão interessantes que despertam o desejo no consumidor.

Por exemplo, a Campanha “Se sujar faz bem” divulgou fotos lindas de crianças brincando no jardim, com água, na lama, se sujando literalmente, ao invés de colocar apenas o sabão em pó em todas as publicações. Essa campanha motivou usuários a postar fotos dos filhos brincando com a hashtag #sesujarfazbem.

5 – Como usar hashtags?

A hashtag é uma ferramenta muito interessante para que você monte grupos que se interessam pelo mesmo assunto ou para promover campanhas.

Use as hashtags que tenham a ver com seu assunto e com o universo do seu negócio. Mas não exagere no número de hashtags, de 4 a 5 hashtags por post é o suficiente.

Por exemplo, a DeCastro, por ser uma empresa de Piracicaba que trabalha com gestão de conteúdo, redes sociais e assessoria de imprensa, costuma colocar as seguintes hashtags: #piracicaba #decastro #assessoriadeimprensa #mktdeconteudo #gestaoderedessociaispiracicaba

Como encontrar seu público alvo nas redes sociais

De nada adianta jogar informações nas redes sociais sem uma estratégia, sem objetivo e sem saber se a mensagem está chegando em quem precisa, no seu público alvo.

Por este motivo, monitoramento é a palavra de ordem quando se trata de uma estratégia de marketing digital e redes sociais.

O primeiro passo é entender seu negócio, seus objetivos e o que motiva sua empresa a crescer.

Depois desse briefing, fazemos um monitoramento prévio das redes sociais e conseguimos identificar onde seu público alvo está. Só assim saberemos em quais redes sociais devemos investir nossos esforços.

Mesmo depois do planejamento já estar em andamento, continuamos monitorando seu público para saber se ele tem gostado das nossas publicações, se ele está se identificando com a marca e se já a recomenda para amigos.

O trabalho de gestão de redes sociais é minucioso e precisa de atenção e estatística o tempo todo para que não desperdicemos recursos e para que possamos trazer resultado efetivo a empresa através de marketing de conteúdo.

Facebook divulga novidades para o relacionamento de marcas com clientes


Todos os dias, ouvimos pessoas que dizem manter um perfil, ao invés de uma página, para a empresa pelo simples fato de conseguir trocar mensagens com os clientes, o que na página não era possível até então.

Acontece que fora esse recurso, a página é infinitamente melhor para uma empresa do que um perfil, afinal foi criada para esse fim. Nela é possível criar estratégias para aumento de visibilidade, alcance e conversão, selecionar o público que será atingido pelas publicações e anúncios, monitorar o resultado das ações, entre outros.

Ao perceber que a troca de mensagens privadas era fundamentais, o Facebook resolveu disponibilizar essa mesma facilidade para o relacionamento entre marcas e consumidores.

Veja abaixo as novidades:

Enviar mensagem privada a partir de anúncios

Um botão de mensagem privada dentro de um anúncio será possível para que o usuário tenha a oportunidade de se conectar com a marca. Dessa forma, pode-se dar sugestões, tirar dúvidas sobre o produto ou serviço anunciado ou fazer um elogio. Para a marca, será permitido monitorar qual anúncio teve mais mensagens enviadas e personalizar a resposta para aquele público específico.

Responder comentários por mensagem privada

Com o intuito de estreitar o relacionamento entre marcas e consumidores nas redes sociais, agora será possível mover uma conversa que estava sendo feita pelos comentários para a área de mensagens privadas. Antes, quem administrava páginas de empresas no Facebook trabalhava de forma mais passiva, ou seja, só conseguia responder à solicitação do usuário, por exemplo, se o usuário começava uma conversa pelos comentários só era possível responder pelos comentários, o mesmo acontecia por inbox (mensagens privadas). Agora isso mudou.

Selo para páginas do Facebook

O objetivo do Facebook é que ele seja um meio rápido e ágil para os consumidores falarem com empresas. Este selo serve para que o consumidor verifique se a página responde rapidamente as mensagens dos consumidores. Para conseguir o selo, a página deve responder até 90% das mensagens privadas em um tempo de resposta menor que 5 minutos. Rápido, não? Se você tem uma equipe especializada para o trabalho, não deve se preocupar.

Mas é importante lembrar que o selo não é permanente. Você deve estar sempre dentro do padrão exigido para não perder o selo.

Salvar respostas comuns

Para agilizar o atendimento das empresas, o Facebook criou essa opção de salvar respostas comuns para serem usadas na interação com os usuários. A ideia serve para perguntas que possibilitem respostas padrão.

Como todas as novidades do facebook, elas vão aparecendo aos poucos. Então, se na sua página ela ainda não está disponível, fique atento, que logo logo você terá essas novidades para ajudá-lo ainda mais!!!

Como criar uma boa história e cativar clientes

Com a percepção de que a internet e as redes sociais são, hoje, o melhor campo para expor uma empresa e conquistar novos clientes, 8 em cada 10 empresas estão presentes nas redes sociais.

Porém, não basta apenas estar, é preciso ter conteúdo útil, cativar os clientes e usar as ferramentas disponíveis para alcançar o público certo e ter todos os seus esforços em redes sociais resultarem em alcance, visibilidade e retorno financeiro.

Um dos passos mais importantes quando começamos a atender uma nova empresa é entender o que a motiva, por que ela existe, qual é a grande história a ser contada.

Se não criarmos o storytelling (história da marca) acabaremos virando estatística e nos juntando as empresas que acham que redes sociais servem de outdoor, apenas para divulgar produtos.

Para criar uma boa história, é necessário um briefing com o fundador da empresa, com os sócios, diretores e funcionários. Dessa forma entendemos qual é a razão dessa empresa existir e qual é o perfil de comportamento dessa empresa.

Mas quais as vantagens do storytelling?

– Definir linguagem que mais converse com seu público alvo;

– Definir público alvo;

– Definir temas que sejam de interesse desse público e que não sejam necessariamente voltadas ao negócio da empresa;

– Definir estratégias e práticas nas redes sociais;

– Definir onde queremos chegar, quais resultados queremos alcançar e em quanto tempo.

E aí?! Qual é a sua história?!